19 de novembro de 2011

Desconcerto

Amor, pequeno amor
A flor desabrochou
As escadarias cheias de pétalas
Doçura, minha doce doçura
Pequena rosa
Dos sonhos jamais acordou
Vela meu sono
Enquanto o sonho dorme
Pequena flor
Levando embora todo meu amor
Luar, deserto
Qualquer verso incerto
Leva-me sobre o infinito céu
Pousa-me sobre seu véu
Alegrai-vos, pois o sol já nasceu
O luar se envaideceu
E tudo que era mortal sobreviveu