2 de fevereiro de 2016

Nota sobre Stig Dagerman

Dá-me algo, algo mais que a sorte, 
algo mais que dúvidas
mais que formas e fórmulas
algo mais que drogas perigosas 
mais que medo e algo mais que rotina
dá-me vida pelos poros, pelas veias 
coragem e ouvidos atentos, lábios semicerrados
dá-me algo mais que aventura, mais que angústia 
o rosto nem sempre denuncia a idade
e idade nem sempre entrega sabedoria
lareira e livros em língua estrangeira, não satisfaz 
o chá da tarde, a chuva em regresso
inúmeras certezas
o sentido da vida, a confrontação com a verdade
satisfaz?

Billie Holiday - Easy Living