3 de março de 2016

Do tempo

Sou alguns versos trincados
de Elisabeth Bishop para Lota
ou alguma lágrima caída num papel em branco
sou o remédio e a bebida que ali está
para aniquilar toda dor e toda mágoa
temporariamente - reforço a pálpebra
é preciso sentir na veia, no sangue que ali corre
folheando a página do livro
como fossem elas, as alternações das horas, do dias
procurando
alguma palavra empática sobre a arte de perder
ou de ganhar
amor só vale quando atinge o âmago da alma.